Post Top Ad

O retorno triunfal de Stephenie Meyer e da Era Crepusculo

 Olá Seguiloverss...

Como vocês estão? Espero que bem!

Hoje venho trazer para vocês uma noticia nada menos que M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A! 

Para quem é fã da Saga Crepúsculo assim como nós aqui do blog somos, deve sentir muita falta daquele frio na barriga quando terminávamos um livro e tinha que esperar ela publicar o outro, ou quando lançava o filme, assistíamos no mesmo dia e depois ficávamos ansiosas pelo próximo. 


Há 12 anos, recebemos a notícia que a nossa saga tão amada não iria chegar ao fim e que Stephenie iria escrever Crepúsculo na visão de Edward Cullen. Nós, fãs, ficamos histéricos, porém, 12 capítulos do livro vazaram e Meyer interrompeu a criação por "tempo indeterminado". Isso foi um grande baque para nós, mas não perdemos a esperança.


Os fãs fizeram tudo que estava ao seu alcance, desde começar campanhas nas redes sociais para que Meyer finalizasse o livro, até assinaturas online. Os Crepusculetes são muito persistentes. Ninguém queria o fim daquela era, da sensação que era ler e assistir Crepúsculo, da fuga da realidade para um mundo onde seres mitológicos estavam no meios de nós, meros e frágeis mortais (das palavras de Edward), e melhor! Um deles se apaixonou por uma mortal (depois de superar a vontade de matar ela, é claro).


E finalmente, 12 anos depois fomos agraciados com a obra completa na visão do vampiro mais amado do mundo. Stephenie Meyer finalmente terminou Midnight Sun e lançou na última terça feira 4 de agosto a obra completinha! (No Brasil intitulado Sol da meia-noite e lançado pela editora Intrínseca).  Claro que ele já foi parar na top 10 de mais vendidos da Amazon.


Um pouco de Midnight Sun

(ATENÇÃO SPOILERS!!)
Como já sabemos, toda a Saga Crepúsculo foi narrada na visão de Bella Swan, a nossa linda e muito expressiva protagonista. Com exceção de Amanhecer, no qual o livro é dividido em duas partes: A visão de Bella e a visão de Jacob da história. Mas nunca antes nenhum capitulo estava sob a visão do nosso vampiro queridinho, então toda a impressão que temos vem dos olhos de Bella.


Com essa nova jornada esperamos que novos eventos apareçam mais detalhados, como, por exemplo, a fúria de Rosalie quando Edward se apaixona por Bella, ou o fato de Alice ter tanta certeza que ela e Bella seriam melhores amigas. 
Outro detalhe é que, como Edward não dorme, acho que teremos mais momentos de ação, de pensamentos próprios e compartilhados (não podemos esquecer que ele é um telepata sensacional, nas próprias palavras de Aro Volturi); também poderemos ver com mais profundidade como essa família incomum de vampiros lida com a vivência comum entre os humanos. Iremos ver momentos marcantes do livro (como a vez em que Bella quase foi esmagada por uma van, mas foi salva no último segundo por Edward) do ponto de vista dele. Talvez saibamos mais sobre a família humana do nosso Cullen preferido. Ou ainda poderemos ler sobre o lado completamente sombrio de Edward, seu lado assassino, de predador, onde desde o primeiro momento ele quis matar Bella, mas foi vencido pela curiosidade de não conseguir ler a mente da menina, afinal nos últimos 90 anos ele nunca enfrentou uma mente bloqueada.  Veremos como ele enxerga o fato de Bella estar sempre em risco... São tantas coisas que queremos saber! (preciso ler esse livro logo).



No período difícil em que estamos vivendo, Meyer não poderia ter tido uma ideia melhor, nos presentear com a continuação tão esperada para aquecer nossos corações (ou resfriar). Se já amávamos essa saga e seus personagens, imagina agora que eles ganham uma nova perspectiva.


A capa de Midnight Sun não é uma maçã vermelha nas mãos como o primeiro de Crepúsculo, mas é uma romã cortada ao meio com o sumo vermelho representando o sangue pingando dela. Com a mesma fonte dos outros livros e o titulo escrito em caixa baixa, a capa nos traz a nostalgia de uma era inteira.


Sol da meia-noite (assim como é traduzido para o português) já esta disponível para compras nos sites como Amazon, Submarino, Americanas e muitos outras livrarias físicas e virtuais. O livro tem 736 páginas de muito Edward Cullen para nossa alegria! Será que vai vir algum filme novo por ai? Será que Robert Pattinson (nosso futuro Batman) concordaria em voltar a viver nosso vampiro? Ou a nossa querida Kristen Stewart voltar a ser Bella Swan? Vamos aguardar, enquanto isso vamos nos deliciar com o Sol da Meia noite e até quem sabe reler os outros, porque agora nessa quarentena, nós vampire maniacs temos um novo propósito: conseguir Midnight Sun para ler!


E vocês, gostariam de uma resenha desse livro aqui no blog? Seguido de opiniões? Lives? Conte-nos o que você achou da capa, do livro para quem já leu, se foi uma boa Meyer lançar agora. Queremos ouvir suas opiniões.


Um grande beijo para todos vocês
E até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad