Post Top Ad

resenha - HQ: Injustiça - Deuses entre nós - ano um



Sinopse: Superman é o maior herói da Terra. Mas quando o Homem de Aço não consegue proteger aquilo que mais ama, decide parar de tentar salvar o mundo… e começa a governá-lo. Agora, o Último Filho de Krypton está impondo a paz na Terra por todos os meios necessários. Só um homem se coloca entre Superman e seu poder absoluto: Batman. O Cavaleiro das Trevas vai usar qualquer método ao seu alcance para impedir seu ex-amigo de remodelar o mundo à sua imagem despedaçada… Tão repleto de ação e aventura quanto o videogame que o inspirou, INJUSTIÇA: DEUSES ENTRE NÓS – ANO UM – EDIÇÃO COMPLETA relata a história de um mundo enlouquecido e de homens e mulheres semelhantes a deuses que buscam consertá-lo, uma batalha por vez. Com roteiro de Tom Taylor (TERRA 2) e arte de Jheremy Raapack (RESIDENT EVIL), Mike S. Miller (A Game of Thrones) e outros, este volume reúne o primeiro ano completo da série best-seller pela primeira vez. São os super-heróis da DC como você nunca viu!

Injustiça surgiu inicialmente como um game, que fez tanto sucesso, que resolveram dar origem a HQ, onde pudemos ter mais detalhes e entender o que aconteceu em Metropolis e no mundo e o que levou o Superman a virar um ditador impiedoso. 
Assim sendo, Injustiça - ano um, se passa 5 anos antes dos acontecimentos do game e podemos acompanhar os atos do Coringa que levaram Superman ao seu limite: a destruição de Metropolis e a morte de Lois e seu bebê. Superman perde o controle, quebra suas regras de conduta morais e mata o Coringa. A partir daí, ele decide exterminar os conflitos, violências e perigos do mundo, custe o que custar. 
A liga da justiça o apóia, exceto por Batman, que enxerga o perigo que Superman representa para o mundo agindo dessa forma, então o morcego junta-se a Mulher Gato, Caçadora, Arqueiro Verde, Canário Negro, Capitão Átomo e Raio Negro para montar uma força de resistência e tentar derrubar a nova posição radical da liga da justiça!

É claro que isso gera muitos conflitos e muitas mortes. Parece loucura, mas calma. A HQ se passa fora da cronologia normal das HQ's. É como se a história se passasse em um multiverso, em uma versão alternativa da Terra, um universo paralelo.

Podemos acompanhar muitas pequenas tramas se desenrolarem nos capítulos das HQ's, o que dá leveza a história.  Há cenas de alivio cômico, como todas que envolvem Arlequina e o Arqueiro verde Hahah. Outro ponto positivo é que conseguimos entender todas as mudanças ocasionadas na personalidade dos personagens, diante dos fatos ocorridos. É legal ir acompanhando essa mudança!

É difícil você ver personagens que você gosta agindo dessa maneira, matando companheiros. Isso é o que torna essa HQ tão pesada! Mas não deixa de valer a pena a leitura. Quando chega nas cenas onde há embate entre os heróis que você venera...oh my,  você surta!

Saiu em pré-venda em maio desse ano Injustiça: Deuses entre nós - ano 2. Já encomendei o meu. Em breve volto para fazer a resenha!

até mais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Instagram @blogbrunaconstantino