Post Top Ad

[Autor do Mês] - Maria Angelica Constantino

Oi galera!

Tudo bem com vocês?

O post de hoje é muito especial. Todo mês vamos escolher um autor(a) para homenagear aqui no blog, e para começar com o pé direito, vamos falar de uma escritora que é mãe, blogueira e muuito fofa. Vamos conhecer um pouquinho da Maria Angelica Contantino? 




Biografia: Nasceu em Londrina, em 1976, teve uma infância humilde, mas venceu os desafios com o apoio da família e muito estudo, trabalho e fé. Casou-se em 1999, tem dois filhos, graduou-se em Administração pela Universidade Estadual de Londrina. Trabalha como administradora, além de ser voluntária em alguns projetos sociais e seus passatempos favoritos são viajar, ler e escrever. A música sempre a tocou de forma especial, tendo marcado presença na igreja, onde, com seus amigos de banda, cantou e encantou seus frequentadores por 15 anos. Hoje faz aulas de piano e se derrete numa canção. Se chora fácil, ri mais fácil ainda. Falante, anima qualquer ambiente, vive pagando micos, é sempre citada pelas amigas por algum causo. Acima de tudo, é capaz de fazer loucuras para defender os que ama.

A Bruna e a Maria Angelica são primas, e eu tive o prazer de conhece-la na Bienal de São Paulo do ano passado. 

Muito extrovertida, conversou comigo e sim tirou fotos! Pura simpatia. Abixo você pode conferir as duas fotos da bienal (Do Livro "Pequena Londres", romance de estreia da autora), e uma foto de nós duas. 




Conheça a obra

"Pequena Londres tem tudo para agradar a leitores que apreciam uma delicada comédia romântica – impossível não gargalhar em determinadas cenas. No quesito timing para criar situações cômicas, Maria Angélica Constantino é insuperável. Mas agrada também aos que gostam de um drama para se debulhar em lágrimas. Há momentos de leveza e romantismo, graça e descobertas sutis – como é comum entre pessoas de culturas tão diversas –, mobilizando o público para esse amor quase palpável entre dois personagens de classes sociais extremas, com todas as suas possibilidades e surpresas. A autora tem o dom de envolver e transportar os leitores para esse universo paralelo, ficcional, em que torcemos pelos personagens, nos emocionamos, sofremos com eles. Parabenizo-a em especial pela sua capacidade de conseguir imprimir características tão fortes e pessoais à protagonista, encantando o inglês (e os leitores) de maneira indelével. Em síntese: uma história digna de integrar a melhor comédia romântica de Hollywood."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Instagram @blogbrunaconstantino