Post Top Ad

resenha - Supernova: O encantador de flechas

Boa tarde, gente!

Como está sendo o dia de vocês? Se tiver tudo bom se prepara porque vai ficar tudo ótimo!
Senta que lá vem resenha!

Algum tempo atrás eu li e resenhei Supernova: o encantador de flechas, mas como troquei de notebook, o arquivo ficou no aparelho antigo e hoje me dei conta que tinha esquecido de postar a resenha!

Não me matem! #shameon
Por isso, mais do que depressa fui atrás do arquivo e trouxe essa resenha feita com todo carinho pra vocês, meus leitores amados <3




Supernova nos apresenta a cidade de Acigam e todo seu mundo envolto em "magia". O autor Renan Carvalho está super de parabéns, pois ele conseguiu criar um mundo especial e totalmente novo, cheio de aventuras, perigos e emoções. 

Conhecemos controladores de elementos como água, fogo, terra, ar, luz e trevas e dentre eles os membros da família Yandel. Os irmãos Leran e Luana protagonizam nossa história. Vamos falar dela?

Leran é um exímio arqueiro, que é apresentado ao estudo das ciências - também conhecido por controle - por seu avô, Bretor, às escondidas, já que o governo de Acigam proibe a execução de qualquer tipo de magia na cidade e inclusive, visando limitar a atuação dos magos, fechou as fronteiras da cidade, o que acabou por isolá-la do mundo e fez com que Acigam se tornasse atrasada demais em relação ao restante do mundo. Por conta do isolamento, a vida dos moradores de Acigam é sem perspectiva e a maioria da população sofre com a extrema pobreza.

Em meio aos conflitos sociais e políticos que Leran passa a se envolver, uma vez que a cidade cada dia mais se encaminha para uma guerra, ele conhece Judra. Ela se mostra uma jovem bonita e gentil, por quem ele acaba se apaixonando, entretanto, nem sempre as pessoas são o que aparentam...

Já Luana é uma jovem com ares rebeldes, que se mostra madura para sua idade e demasiadamente esperta. Lua demonstra ser possuidora de um grande poder, o que ocasiona seu envolvimento em várias cenas de ação em momentos importantes da trama que nos fazem prender a respiração até o fim e te leva a pensar cada vez mais no quanto aquele poder vai influenciar  na vida da família Yandel.

Com o desenrolar da trama, somos apresentados a vários magos poderosos -  e a seus especiais talentos para exercer o controle em diferentes elementos - pertencentes a Guilda ( a organização de rebeldes que buscam defender a cidade da tirania imposta pelo governo) o que nos permite conhecer a mente fértil do autor que criou um universo novo, cheio de detalhes para nos encantar. 

Gostei também do fato da história ter um toque de drama, tudo na medida certa para a obra não se tornar infantil demais e nem pesada demais. O autor acertou em cheio na maturidade dada aos personagens.

A história é viciante, empolgante e cheia de ação. O autor sempre consegue te surpreender com o desenrolar dos fatos e encher sua mente com a maravilhosa descrição dos locais e dos acontecimentos de Acigam.

A mudança de Ponto de vista em alguns capítulos do livro te ajuda a compreender alguns personagens, visualizar seus conflitos internos e a entender porque deles serem como são. Gostei da forma como o autor trabalhou! Em vários momentos da leitura eu me senti como se estivesse em um RPG e eu fosse o personagem.

Senti falta de ler um ponto de vista de Luana e espero que sejamos surpreendidos com sua mente narrando a história em alguns capitulos do próximo livro. Adoraria conhecer mais a mente da pequena Yandel. 

O livro é bem completo, trazendo ao final um apêndice que nos informa sobre os personagens, sobre Acigam e sobre a ciência das energias. Além disso, somos presenteados com um capítulo extra narrado sobre o ponto de vista de Judra e ainda ao final, encontramos o primeiro capítulo da continuação da saga, Supernova: A estrela dos mortos.

Nem preciso dizer o quão ansiosa eu estou para ler a continuação de Supernova, certo? Novo Conceito, por favor lançe logo A estrela dos mortos!! Não queria ter que parar de ler sobre Leran, Luana e Judra... e mal posso esperar para poder voltar a acompanhar suas aventuras.

Algum de vocês já leu Supernova? O que acharam? Vem contar pra mim. Vamos aproveitar meu vício e papear sobre Supernova haha

Beijão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Instagram @blogbrunaconstantino