Post Top Ad

outubro 31, 2017

Tajesh

by , in
-Não sei por que você acredita nessa história! O Tajesh não tem maldição alguma!

-Tem,sim! Pode ter certeza de que a Sophia Tanasha vive lá. Meu pai disse que viu o amigo dele depois de morto lá. E a Sophia.

Eles passaram pelo local onde estava o edifício mencionado.

- Tio Tom é maluco - disse o garoto, enquanto andava com a prima.

- Não fale assim do papai - disse a menina - Tio Gustav também a viu...

O garoto deu muxoxo e se calou. Pararam em frente ao prédio.

-Você é maluca - disse ele - Subir aqui só pra ver aquela doida varrida...

-PSIU! - exclamou a menina enquanto olhava nervosa para os lados - Ela pode se ofender com isso. E entrou na portaria.

-Me conte direito como essa história começou... - pediu o garoto.

-Papai me falou que tudo começava com um sonho - disse a menina,satisfeita de contar a história enquanto subiam as escadas - E quando tio Georg sumiu,foi...

"–Georg, vamos nos atrasar! – exclamou Jacqueline da porta.
–Calma, estou aqui – disse ele, aparecendo. Ele trancou a porta – Vamos.
Eles entraram no carro e deram partida.
Estava nevando em Berlim, era quase fim do ano e os dois se dirigiam a um pequeno bosque a leste de Berlim, que ficava muito bonito no inverno. Não estava tão frio quanto estaria em dezembro, mas era necessário usar agasalhos a mais.
Chegaram ao bosque. Tinham algumas pessoas lá, mas eram poucas. Quase ninguém saia de casa quando nevava demais, nem mesmo pra andar de trenó, ou de patins.
–Sempre que venho, acho esse lugar mais bonito – disse Jacqueline, ao se aproximarem das árvores sem folhas.
–Verdade – concordou Georg – Prefiro-os na primavera, cheio de folhas e flores, fica mais colorido.
–Prefiro no inverno, a neve da um toque especial. Enfim vamos lá?
Ele confirmou com a cabeça e começaram a andar devagar. Andaram com cuidado, a neve meio escorregadia. Apesar de ser quase meio dia, dava a impressão de que era mais tarde, já que o céu era muito branco, quase ofuscante, dando um ar abandonado do bosque.
–Vamos parar aqui um momento – pediu ela – Vamos tirar fotos!
Ela abriu a bolsa e tirou uma pequena garrafa térmica, da qual bebeu um pouco. Tinha chocolate quente ali, feito por ela mesma mais cedo. Guardou a garrafa e tirou a máquina fotográfica. Pôs a alça no pulso e focalizou a lente em Georg. Depois focalizou a máquina em si, e também tirou uma foto. E também tirou foto do bosque e foto com Georg.
Algumas fotos depois, eles continuaram a caminhar. Perto do bosque, tinha um pequeno rio, que estava congelado. A água era quase negra, mas dada pra ver uns peixes aqui e ali.
–Á natureza é tão perfeita – comentou Jacqueline – Nem prece que está frio lá embaixo – disse tentando ver o fundo do rio.
–Bendita dilatação anômala da água.
Eles ficaram observando o rio um tempo. Claro que eles tiraram mais fotos ali, queriam registrar tudo.
–Você conseguiria pular até a outra margem? – pergunta Georg a namorada.
–Eu não – responde ela – E nem ousaria tentar.
–Por que? – pergunta ele – O rio não aprece ser tão fundo.
–Mesmo assim...
–Eu vou tentar.
–O que? Não, não, pode ser perigoso – alertou ela.
–Perigoso? O máximo que pode acontecer é eu quebrar uma perna.
–Então? Fique quietinho aí, nada de pular.
–Eu tomo cuidado, amor.
E ele foi em direção a uma pedra que poderia servir de trampolim.
–Ei, não se atreva, Georg! Você quer se machucar a toa? Pra que?
–Não é à toa, quero só tentar.
–Deixe de ser teimoso. Não pule aí.
–Se eu me machucar, não tento de novo eu prometo – disse ele, já em cima da pedra.
–Se você se machucar, não vou poder carregar você até o hospital e não tem ninguém perto daqui por causa do tempo. Pelo amor de Deus, deixa dessa brincadeira.
–Eu sei em cuidar, Jacqueline!
–Pode ser, mas você está sendo imprudente.
–Só por que vou tentar pular até ali?
–“Ali” deve ter uns cinco metros!
–E daí?
–Não dá pra pular de onde você está!
–Dá sim – teimou ele.
Jacqueline suspirou. Pra que ele inventou de fazer isso?Pra que?
–Georg... Por favor, não pule!
Ele se afastou da pedra, respirou fundo e começou a correr.
–Georg! Não pule!
Mas era tarde, ele já saltava em direção a outra margem. Como ela temia, ele não chegou a tempo e caiu direto no rio. Sua massa foi suficiente pra quebrá-lo."

-Aí a tia Jack acordou, procurou ele e ele sumiu.

-Sinistro!

-Muito - disse a garota sombriamente - Ele disseram que conseguiram fazer a Sophia ir embora, mas sei que ela vem aqui.

-Como você sabe?

-Ah,eu a vejo -disse a menina simplesmente.

-Como assim?

-Você vai ver - disse ela,chegando ao terceiro andar - É aqui.

Chegaram ao apartamento descrito pelo pai da garota. Tom não gostava muito de contar as história com a Sophia, mas a filha insistia e vivia fazendo perguntas sobre "tio Bill", seu irmão gêmeo.

Abriram a porta e o apartamento estava com a mesma aparência descrita por Tom,só que mais empoeirado e abandonado.

-Não gosto nada disso - sussurrou o garoto.

-Cala a boca - disse a menina - Você não acreditou em mim, agora vai ver que falei a verdade. Deixe de ser frouxo, ela não vai fazer nada conosco.

-Bom, depende do ponto de vista - disse uma voz.

Eles se viraram e viram uma mulher parada na janela. Cabelos negros,olhos verde-água, lábios vermelhos,vestido preto.

-Sophia - ofegou a garota.

-Eu - sorriu ela - Então, finalmente nos encontramos, Sarah Kaulitz.

-Como sabe meu nome?

-Eu sou...amiga do seu pai - disse a mulher, com um sorriso divertido, mas que não tirou o medo das espinhas dos garotos.


-Vamos embora, Sarah - disse - Acredito em você,tudo bem? Podemos ir?

-Tão cedo - disse a mulher - Ora, como disse a Sarah, não farei nada com vocês,jovens.

O garoto ia se virar para ir embora, mas a garota, corajosamente (ou idiotamente) se aproximou da janela amarelada pelo tempo. O garoto se encheu de coragem e se aproximou também.

O que aconteceu a seguir nem o maior especialista poderia explicar. Numa hora estavam observando a vista do terraço, em outra não havia terraço algum. Só o que se sabia era que duas crianças tinha ido até ali e caído de alguma forma. E um bilhete na mão de uma delas.

"Eu voltei" em letras femininas e caprichosas.


Obs: Feliz Halloween e feliz Dia do Saci :)


O trecho do sonho tirei de minha fic Nightmare.
outubro 27, 2017

[Autor do Mês] Dan Brown

by , in
Olá seguidores!

Sentiram a minha falta? *tira as teias de aranha*

Hoje, 27.10 estou voltando com a minha coluna aqui no blog. E para comemorar esse retorno, vamos conhecer um pouquinho o autor de Origem?




Daniel Gerhard Brown (Exeter, 22 de junho de 1964), conhecido por assinar como Dan Brown, é um escritor norte-americano. Seu primeiro livro, Fortaleza Digital, foi publicado em 1998 nos Estados Unidos. A este seguiram-se Ponto de Impacto e Anjos e Demônios, a primeira aventura protagonizada pelo simbologista de Harvard, Robert Langdon. Seu maior sucesso foi o polêmico best-seller O Código da Vinci, mas seus outros cinco livros também tiveram uma grande tiragem. Entre seus grandes feitos, está o de conseguir colocar seus quatro primeiros livros simultaneamente na lista de mais vendidos do The New York Times.


E olha que legal, a Lua fez resenha do novo livro do autor, você pode conferir ela aqui.

Eu estou super ansiosa para ler a essa aventura. E vocês?
outubro 13, 2017

[LIVRO] Origem

by , in
Nossa, há quanto tempo, não?
Sinto falta de escrever, de ler mais... mas faculdade e sem notebook complica.
Então, não vim me lamentar. Vim resenhar.
O livro da vez é a mais nova aventura do mais famoso simbologista! Pode entrar, Robert Langdon!

Resultado de imagem para robert langdon gif

Personagem criado por Dan Brown, nasceu nos EUA e formou-se em Harvard. Sua primeira aventura foi em Roma e no Vaticano, no livro Anjos e Demônios.
Nesse mês, o autor lançou mais um livro, mais uma aventura do professor.



Ambientada na Espanha, Origem trata de duas perguntas que permeiam a humanidade e intrigam cientistas e clérigos desde sempre: de onde viemos? Para onde vamos? Cientista dizem que viemos de um ancestral comum, que evoluiu e deu origem a várias espécies, incluindo a gente. Religiosos dizem que Deus criou tudo que existe. O ex-aluno de Langdon e cientista Edmond Kirsch revela ter encontrado essas respostas, e que elas vão abalar as religiões. E tem gente que tentará impedir que essa descoberta seja divulgada.
O livro começa com Edmond se reunindo com três líderes religiosos: um bispo católico, um rabino e um allamah muçulmano a fim de mostrar sua descoberta e "para entender como essa notícia será recebida por aqueles que ela mais afeta".
Reunião feita, e chega o dia da divulgação da descoberta. Robert Langdon é convidado, junto com outros famosos para a apresentação no museu Guggenheim em Bilbao, Espanha. Com a exceção dos três religiosos e do próprio Edmond, ninguém mais sabia o que seria divulgado, por isso a expectativa era enorme.
Bem, a apresentação dá muito errado. E cabe a quem? A Robert, claro, descobrir tudo a respeito dessa descoberta, com a ajuda da diretora do museu, Ambra Vidal, e divulgá-la, ou o trabalho de Edmond se perderá para sempre.
O livro é excelente, consegue prender tanto quanto Inferno, mas não tanto quanto O Código da Vinci ou Anjos e Demônios (aliás, em Anjos e Demônios também questiona Deus e as religiões, tema recorrente em suas obras). E ele usa de novo a "fórmula" Langdon + garota local, o que a essa altura ficou meio repetitivo. Talvez esteja sendo chata ao dizer que poderia ter um pouco mais de representatividade feminina na obra, embora Ambra seja uma mulher independente, inteligente, como as outras parceiras dele. Pelo menos ele não tem romance com nenhuma delas.
Como estudante de arquitetura, fiquei com inveja de ver Robert visitar prédios incríveis, como o próprio  Guggenheim, Casa Mirá e a igreja da Sagrada Família, ambas obras de Gaudí - seria meu sonho? E quem gosta de arte também vai gostar, pois tem diversas referências a obras, artistas, momentos... Aliás, a mulher do Dan é historiadora da arte e o ajuda em suas obras.
Gostei muito de Origem e espero já a adaptação pro cinema haha
E espero Robert vir pro Brasil, né. Nossa história é riquíssima e Dan com certeza criaria algo maravilhoso com elas. Vem pro Brasil, Robert!
Alguém mais leu? Gostou? Conte!
Até a próxima o/

setembro 23, 2017

Minha micropigmentação feita com a Alita no LuMakeup Br

by , in
Galerinha maravilinda, quem me acompanha nas redes sociais viu que minhas sobrancelhas mudaram MUITO né?


Em julho, a querida Alita da Lu Makeup, me convidou para fazer uma micropigmentação de sobrancelhas com ela aqui na franquia em Londrina-PR.

Claro que eu aceitei!
Para quem não conhece, a Lu Makeup foi fundada em Curitiba-PR pela Lu Rodrigues e hoje é sucesso no mundo todo. A Lu é a queridinha das artistas sabia? O Centro de Micropigmentação tem atuação em todo o país e é detentor de técnicas exclusivas, que harmonizam seu rosto, suas linhas faciais para te aperfeiçoar e te ajudar a alcançar o ápice da sua beleza de forma mais natural possível.

Eu fiz com a Alita, que lidera a franquia da Lu Makeup aqui em Londrina-PR, o procedimento de micropigmentação de sobrancelhas.  O Design e Micropigmentação serve para promover a harmonia dos traços faciais e para reconstruir via micropigmentação a falta de pêlos em algumas regiões das nossas sobrancelhas!

Vamos conferir o meu ANTES?










AGORA A TRANSIÇÃO







MAS, CALMA AI
AINDA NÃO ACABOU!

30 dias depois eu tive um retorno para corrigir as pequenas imperfeições que poderiam ter surgido.
Vejam agora o resultado final



1 mês depois...








Perfeitas não é? 

Juro pra vocês que nem eu esperava que iria amar tanto o resultado! Eu simplesmente não preciso passar mais nada nas minhas sobrancelhas! 
Claro que eu tenho o cuidado de fazer a manutenção do meu design e de não passar base em cima delas para não alterar o resultado, mas, isso é tão simples de se fazer, gente! E o resultado fica lindo e natural. Ninguém diz que é micropigmentação! 
Essa é a melhor parte de tudo. A Alita respeita a harmonia do seu rosto e deixa um resultado sem artificialidade. Extremamente maravilhoso!

Além do procedimento de micropigmentação, a Lu Makeup também faz micropigmentação de lábios, correção de cicatrizes, contorno de olhos, depilação facial completa... em breve eu pretendo voltar lá para realçar mais caracteristicas da minha beleza. E você? Já conhecia a Lu Makeup?
Não deixem de seguir a @lumakeupbr, assim como a @alitalumakeup e o blog @blogbrunaconstantino nas redes sociais para não perder nenhuma de nossas novidades.

Beijão


setembro 04, 2017

Quando seu interesse realmente desperta?

by , in
Seguilovers, como sempre, quando tenho um insight eu venho aqui escrever textão para vocês! 


Vocês lembram do texto que eu escrevi sobre crush? se não leu, clica aqui

Nesse texto eu descrevi tudo que sentia que me fez perceber o que era ter um crush e que eu, obviamente, tinha um! 
Presume-se que eu fosse continuar me sentindo da mesma forma em todas as vezes que eu visse a pessoa objeto do meu interesse, certo? Errado! 
Surpresa surpresa! Claro, que dentre as outras pessoas do ambiente, aquela sempre lhe chamará mais atenção, mas sabe quando você sente que algo está diferente? Que seu interesse está diferente? Tudo está... amenizado?

Me pus a pensar no porque. Cheguei a conclusão de que crushes roubam o foco da sua atenção quando você não está verdadeiramente interessada em ninguém. Seja por não ter conhecido ninguém interessante, por não estar apaixonada ou por qualquer motivo que seja, sua atenção não está voltada para ninguém em específico. 
Quando eu escrevi aquele textão em julho, minha atenção não havia sido conquistada por alguém, eu não estava realmente interessada em ninguém.
E foi aí que eu percebi: UAU. Alguém realmente conseguiu despertar meu interesse. Então, em seguida eu me perguntei: Por que?
Eu digo a vocês: Eu não faço a mínima ideia. Talvez um misto do bom humor, inteligência e carisma? (Não, não é pelo fato de ele ter tido muita sorte com os genes dele, apesar disso ser totalmente verdade). Eu realmente devo ter uma grande queda por casos perdidos. Vai saber!
Só o que eu sei é que não é paixão, obvio, mas, se o isso esmagou meu interesse pelo crush, deve ter potencial para ser.  
que merda.
Vocês também já se perceberam realmente interessadas em quem aquela pessoa é? 

agosto 22, 2017

Mundo Geek - vem conferir tudo que rolou!

by , in
Seguilovers, rolou um eventinho super especial para a galera nerd de Londrina!

A loja garota estranha me convidou para ser a embaixadora de seu evento de apresentação ao mundo geek! Claro que eu aceitei!

No dia rolou docinhos geeks especiais, cerveja amanteigada e suco de abobóra para os Potterheads. Rolou ainda um super Quiz nerd liderado por mim e pelo meu amigo Marcos @trooper.tv.
Quem foi ao evento ainda curtiu um som da marcha imperial e participou de um workshop de maquiagem para cosplay bem legal que eu realizei!

Fiquei muito feliz com a presença de todos. Sério! Amo vocês <3

Confiram as fotinhas:





























































Espero que vocês tenham gostado! 

E adivinhem? Vou anunciar nas redes sociais um sorteio especial pra vocês que foram no evento! Aguardem! 

Amo vocês. Obrigada por tudo! <3

Que a força esteja com vocês.
Malfeito feito!

Post Top Ad

Instagram @blogbrunaconstantino